Repasse do Município ao Hospital Beatriz Ramos foi ampliado em 300% nos últimos sete anos

ambulatório de especialidades

Apesar da crise nacional que tem afetado os recursos financeiros das prefeituras, a Administração Municipal tem trabalhado para garantir o repasse mensal ao Hospital Beatriz Ramos, atendendo os indaialenses na área da saúde pública. Prova disso é que nos últimos sete anos o repasse aumentou praticamente 300%, o que mostra a preocupação que a Administração tem com os usuários da rede pública de saúde.

Em 2009, o repasse mensal era de R$111.5000,00. Ao longos dos anos foi sendo ampliado, e atualmente é de R$442.000,00 mensalmente. Esse recurso é utilizado para os serviços de Pronto-Socorro.

De acordo com o Secretário de Administração e Finanças, Marcio Ferrari, “a crise financeira do país obriga os gestores a gastarem seus recursos em pontos prioritários. A saúde e o Hospital de Indaial são prioridades”.

Para a Secretária de Saúde, Adriane Ferrari, devido à atual situação econômica do país, o município elencou prioridades. “Eu como gestora da pasta entendo que o Hospital está entre as prioridades da saúde pública de Indaial”.

Inicialmente, a Administração pensava em abrir uma Unidade de Pronto-Atendimento, contudo, priorizou-se o fortalecimento do Hospital da cidade, que presta serviços à comunidade há 64 anos. “Dessa forma,otimizamos recursos em busca de resultados”, enfatiza o Prefeito de Indaial, Sergio Almir dos Santos.

Ainda otimizando recursos e espaço, a Administração Municipal, em parceria com o Hospital Beatriz Ramos, inaugurou em outubro de 2015 o novo Ambulatório Municipal de Especialidades (AME) na unidade hospitalar. Com a nova ala, parte das consultas de especialidades realizadas no Sais hoje é efetuada no Hospital, proporcionando um atendimento mais humanizado ao paciente.

No Ambulatório são ofertadas oito especialidades médicas: neurologia (um profissional), ginecologia (três profissionais), cirurgia geral (dois profissionais), anestesiologia (dois profissionais), urologia (um profissional), ortopedia (sete profissionais), otorrinolaringologia (dois profissionais) e pediatria (dois profissionais). A equipe de enfermagem é composta por dois técnicos de enfermagem e uma enfermeira. No mês de maio foram realizadas 1.276 consultas médicas e 836 procedimentos de enfermagem.

Graciely Guesser Ramos

Pin It