Projeto de Grupo de Leitores mobiliza doação de livros para a Escola Municipal Arapongas

OFICIAL

A leitura amplia o olhar, possibilita reflexões acerca da vida e do papel de cada um no mundo. Foi pensando nisso que nasceu, na Escola Municipal Arapongas, o Projeto de Grupo de Leitores, idealizado por Cláudia Michelli, professora da rede municipal de Indaial há dez anos. Cláudia teve como principal objetivo instigar o hábito da leitura, da escuta e da contação de histórias.

Partindo desse princípio, no início deste ano letivo a professora pensou na aquisição de livros novos para a biblioteca da escola e para possibilitar um acervo diversificado ao Grupo de Leitores e aos alunos de um modo geral. Com o apoio da direção, foram buscados recursos para tornar real essa ideia. A diretora encaminhou o projeto e o nome das obras solicitadas ao Rotary Club de Indaial – Nações. O presidente e os membros da organização estudaram o projeto e acreditaram nessa ideia, tornando real a aquisição de muitas obras de autores renomados.

A entrega oficial de aproximadamente 200 livros, entre literatura infantil e infantojuvenil, foi realizada no último dia 25 de maio, na própria escola, através de uma homenagem na qual estiveram presentes membros do Rotary e o Secretário de Educação, Ozinil Martins de Souza.

Na ocasião, a professora Cláudia apresentou os objetivos do projeto, canções desenvolvidas nos encontros do grupo e declamação de poesia com alunos do primeiro ao quinto ano. Já a professora Silmara Balak, colaboradora assídua do projeto e responsável pelo trabalho do Grupo de Leitores com os alunos do sexto ao nono ano, apresentou uma homenagem à Monteiro Lobato.

Para a direção, esse foi um momento emocionante para todos, no qual professores e alunos jamais esquecerão: a ampliação do acervo literário da biblioteca da Escola Municipal Arapongas.

Segundo Cláudia, que tem especialização em Psicopedagogia e mestrado em Educação, “as ideias precisam de alimento, e o alimento das ideias são as experiências de leitura. Somos cidadãos ativos e participativos nessa sociedade, conscientes da nossa função na medida em que somos capazes de refletir/agir diante daquilo que vivemos. A leitura possibilita a construção da cidadania, porque ela nos faz compreender sobre a diversidade e imensidão do mundo. Esses livros serão transformados em conhecimento através da leitura. Nosso muito obrigado ao Rotary por acreditar nesse projeto”.

Graciely Guesser Ramos

Pin It