Programa Juro Zero é encerrado com investimentos que ultrapassam R$ 200 milhões

02

Agricultores catarinenses investem R$ 282 milhões em projetos de captação, armazenagem e uso da água da chuva, além de projetos para aumentar a renda e criar oportunidades no meio rural. Este é o valor total de investimentos do Programa Juro Zero Agricultura/Piscicultura nos últimos cinco anos, alcançando mais de 11 mil famílias em todo o estado. Em 2016, a Secretaria da Agricultura efetua os últimos pagamentos dos juros previstos nos financiamentos, que totalizam R$ 25,6 milhões.

Encerrado em maio de 2015, o Programa Juro Zero Agricultura/Piscicultura beneficiava os produtores com a subvenção de 100% dos juros previstos em relação aos contratos de investimento. O secretário da Agricultura, Moacir Sopelsa, explica que o programa foi uma oportunidade importante para que os produtores rurais de Santa Catarina investissem em irrigação de pastagens e lavouras e melhorias nos sistemas produtivos.

Para que os produtores rurais continuem investindo, mesmo com o fim do Juro Zero, a Secretaria da Agricultura concede financiamentos, através do Programa de Fomento à Produção Agropecuária, para melhoria do processo produtivo, agregação de valor, desenvolvimento da pesca e aquicultura e saneamento rural.

Os agricultores, pecuaristas ou piscicultores podem financiar até R$ 20 mil destinados a aquisição de bens ou serviços e até R$ 30 mil para investimentos em agregação de valor. O valor pode ser pago em cinco anos, sem juros. Dentro do Programa de Fomento, existem linhas especiais para que jovens agricultores possam adquirir kits informática; para aquisição de matrizes leiteiras, reprodutores de raças de corte e reprodutores ovinos em exposições e feiras agropecuárias; além disso há um projeto especial para o melhoramento da piscicultura.

Ana Ceron

Pin It