Programa do Governo do Estado para reduzir as desigualdades regionais tem apoio do BRDE

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul aderiu oficialmente ao Crescendo Juntos – Programa de Desenvolvimento e Redução das Desigualdades Regionais por meio de assinatura de termo de cooperação técnica com o Governo do Estado nesta quinta, 30, em Florianópolis. Participaram do ato o secretário de Estado do Planejamento Cassio Taniguchi, o presidente do BRDE Neuto de Conto, o superintendente do BRDE em Santa Catarina Nelson Ronnie e o diretor de Desenvolvimento Regional e das Cidades da Secretaria de Estado de Planejamento, Norton Boppré.

florianopolis_-_brde_20160630_1051364063

O programa, lançado em maio, tem como foco dinamizar a economia de 12 regiões com baixos índices de desenvolvimento em Santa Catarina: Caçador, Campos Novos, Canoinhas, Curitibanos, Dionísio Cerqueira, Ituporanga, Lages, Laguna, Quilombo, São Joaquim, São Lourenço do Oeste e Taió. Coordenada pela Secretaria de Estado do Planejamento, a iniciativa prevê ações para gerar um crescimento inclusivo, equilibrado e sustentável no Estado em parceria com a sociedade civil.

“O BRDE tem tudo para ajudar as áreas mais críticas do nosso Estado a se desenvolver de uma forma harmônica e integrada e, sem dúvida nenhuma, será um parceiro fundamental para que os recursos disponíveis, os financiamentos, a iniciativa privada e o próprio poder público alavanquem esse desenvolvimento para reduzir as desigualdades regionais”, destacou o secretário de Planejamento Cassio Taniguchi.

Conforme o termo, compete ao BRDE executar projetos e ações nas regiões prioritárias e buscar a concretização das iniciativas propostas na Agenda Regional de Desenvolvimento, principal instrumento do Crescendo Juntos. Também cabe ao banco colaborar com estudos, avaliação e alternativas para dinamização do desenvolvimento regional a partir da sua área de atuação; disponibilizar processos, meios e conhecimentos com o objetivo de convergir esforços para maior efetividade do programa; auxiliar no processo de planejamento e mobilizar forças para alcançar os resultados esperados do programa.

“O Programa tem visão para o dia de amanhã, para aqueles que mais necessitam, para a recuperação de algumas regiões cujas pessoas devem ter o bem estar social, o desenvolvimento econômico e principalmente a harmonia de todos os catarinenses.”, completou o presidente do BRDE.

Os parceiros iniciais do Crescendo Juntos são o Banco do Brasil, a Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina S.A. (Badesc), a Federação Catarinense de Municípios (Fecam), a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), a Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina (Fetaesc).

Rosália Dors Pessato.

Pin It