Produtos agrícolas de Santa Catarina respondem por 47% da comercialização da Ceasa/SC no primeiro semestre

Primeiro semestre termina com aumento da participação dos hortifrutigranjeiros produzidos em Santa Catarina e uma alta na movimentação financeira das Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina S/A (Ceasa/SC). De janeiro a junho deste ano, a produção catarinense respondeu por 47,06% das 172.276 toneladas de alimentos comercializados na Ceasa/SC, valor 5,34% maior do que no primeiro semestre de 2015.

A movimentação financeira da Ceasa/SC nesse primeiro semestre também foi maior do que no último ano, com um crescimento de 24%. Nos primeiros seis meses de 2016, a Centrais de Abastecimento movimentou aproximadamente R$ 380 milhões.

Para o presidente da Ceasa/SC, Agostinho de Pauli, mesmo com os números positivos do primeiro semestre ainda existe um mercado enorme a ser explorado pelos agricultores catarinenses. Um dos desafios que a Companhia de Abastecimento tem pela frente é conquistar compradores da região Oeste, que ainda buscam hortifrutigranjeiros em outros estados. “Precisamos divulgar as vantagens de comprar na Ceasa, porque temos preços competitivos e a qualidade de nossos produtos é destaque no cenário nacional”, afirma.

Pauli lembra ainda que a intenção é aumentar cada vez mais a presença de hortifrutigranjeiros produzidos em Santa Catarina. “Temos demanda e precisamos aumentar a oferta de produtos produzidos no Estado, com isso conseguimos aumentar a renda e diminuir os custos de toda a cadeia envolvida desde o produtor até o consumidor final”.

Os produtos catarinenses têm, além de qualidade, um preço mais competitivo na Ceasa/SC. Em junho, o preço médio por quilo dos hortifrutigranjeiros produzidos em Santa Catarina foi de R$ 2,10, valor 11,08% menor do que de outros estados.

Durante o mês de junho, houve ainda queda nos preços de produtos como couve-flor (-42,12%), cebola (-38,09%), mamão (-32,32%), cenoura (-30,07%) e beterraba (-20,46%). O fato pode ser explicado pelo aumento na oferta desses hortifrutigranjeiros. Por outro lado, a batata inglesa, feijão, tomate, maçã, pimentão e ovos tiveram aumentos nos preços de até 22 %.

Ceasa/SC

As Centrais de Abastecimento do Estado de Santa Catarina S/A são uma empresa vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e funcionam como um elo entre o produtor e o consumidor por meio da comercialização atacadista e varejista de pescado, produtos hortifrutigranjeiros, alimentos e insumos orgânicos, produtos ornamentais e de floricultura e artesanais.

Ana Ceron

Pin It