Indaial participa da solenidade de entrega do processo de registro do “Modo de fazer queijo kochkäse”

d432c600-43d6-4e93-ad69-1c25dfd6984a

Representantes da Secretaria de Agricultura, Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), Departamento de Turismo e Eventos e agricultores de Indaial participaram, no dia 2 de junho, da solenidade de entrega do processo de registro do “Modo de fazer queijo kochkäse da Região do Vale do Itajaí” como patrimônio imaterial. O evento ocorreu na Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), com sede em Blumenau.

A documentação foi elaborada por meio de um trabalho conjunto entre a Universidade Regional de Blumenau (Furb) e a Epagri, com o apoio das prefeituras envolvidas no projeto: Benedito Novo, Blumenau, Gaspar, Indaial, Pomerode e Timbó. Em elaboração desde 2009, o Inventário Nacional de Referências Culturais, juntamente com um dossiê comprovando o envolvimento comunitário gerado pelo assunto no Vale do Itajaí, será analisado pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para averiguar a pertinência do pedido. Serão avaliados critérios como a continuidade histórica e a significação da prática para a comunidade.

O kochkäse é um queijo originário da Alemanha, trazido pelos imigrantes para a região do Vale do Itajaí. Tradicionalmente, é feito a partir do leite cru, coagulado naturalmente e em seguida prensado para retirar o soro. A estimativa é de que nos seis municípios envolvidos no processo de registro cerca de 100 famílias, entre produtores rurais de leite e feirantes, fabriquem o queijo dessa forma.

Graciely Guesser Ramos

Pin It