Hacker americano procurado pela Interpol é preso em Blumenau

hacker_s1DNytO

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (27) em Blumenau, no Vale do Itajaí, o americano Michael Knighten, procurado pela Interpol por ter cometido crimes cibernéticos. Ele é acusado de fraudar corporações em vários países. Ainda de acordo com a PF, o hacker desviou ao menos R$ 6 milhões de empresas dentro e fora dos Estados Unidos

Segundo a PF, no Brasil o hacker usava o nome de Michael Sabatine. Os investigadores comprovaram a real identidade dele após a coleta de um copo de vidro usado pelo americano enquanto se exercitava em uma academia. Papiloscopistas da PF compararam as digitais deixadas no copo com aquelas disponibilizadas pela Interpol em Washington.

Investigadores usaram copo para comprovar identidade do norte-americano (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

Investigadores usaram copo para comprovar identidade do norte-americano (Foto: Polícia Federal/Divulgação)

A PF não informou em que circunstâncias Michael Knighten foi preso, mas afirmou que ele estava com drogas e documentos falsos. Ele está detido no Vale do Itajaí, mas a PF aguarda definição da Justiça de Santa Catarina para determinar para onde ele será levado enquanto aguarda o processo de extradição, que pode levar cerca de um ano

‘Comprometimento de e-mail’
Segundo a PF, o crime praticado pelo hacker é chamado de BEC, sigla em inglês para  Comprometimento de E-mail Empresarial.

Em nota, a PF informou que “esse tipo de delito constitui um sofisticado esquema, que tem como alvos empresas que trabalham com parceiros estrangeiros e fazem pagamentos transferindo dinheiro regularmente”.

Segundo a Polícia Federal, esse tipo de crime já causou prejuízo de US$ 2,3 bilhões em cerca de 12 mil empresas em todo o mundo.

Hacker americano foi preso na manhã desta quinta (27) em Blumenau (Foto: Osvaldo Sagaz/RBS TV)

Hacker americano foi preso na manhã desta quinta (27) em Blumenau (Foto: Osvaldo Sagaz/RBS TV)

G1SC

Pin It