Em Brasília, vice-governador defende pleito das universidades do sistema Acafe

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira cumpriu agenda nesta quarta-feira, 1º, em Brasília, onde se reuniu com o presidente da República, Michel Temer, ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e ministro da Educação, Mendonça Filho. O objetivo foi levar o pleito das universidades do sistema Acafe para ampliação do número de beneficiários das bolsas de estudo concedidas pelo Governo Federal, regulamentação das universidades comunitárias e reabertura do Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento das Instituições de Ensino Superior (Proies). “Precisamos ampliar o atendimento aos catarinenses para conseguirmos a formação de novas inteligências, com impacto direto na sociedade”, salientou Moreira.

Conforme o presidente do sistema Acafe, Sebastião Salésio Herdt, a ampliação da faixa de renda familiar dos alunos atendidos pelas bolsas de estudo, atualmente de um salário mínimo e meio, para três salários mínimos, é uma questão de inclusão social. “Precisamos ampliar o número de beneficiários e estender a concessão de bolsas também para o ensino à distância”, complementou. Já a reabertura do Proies junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), segundo Herdt, irá promover a melhoria da infraestrutura das universidades.

(Brasília, DF - 01/02/2017) Reunião com o Vice-Governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira e Deputados. Foto: Isac Nóbrega/PR

Os ministros Padilha e Mendonça Filho se mostraram sensíveis aos pleitos e ficaram de encaminhá-los junto a suas equipes. “Vamos intermediar e trabalhar a relação com o Ministério da Educação”, garantiu Padilha. Integraram a comitiva o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, o vice-presidente da Fundação Universidade do Sul de Santa Catarina, Valter Schmitz, e deputados federais.

Fernanda Rodrigues

Pin It