A partir do dia 6 de novembro, telefones móveis de Santa Catarina adotarão o nono dígito

Catarinenses já começaram a ser avisados pelas operadoras de telefonia sobre a inclusão do nono dígito, obrigatório a partir do dia 6 de novembro para todas ligações para celular na região Sul.

A partir de novembro, todos que telefonarem para os códigos de área de Santa Catarina, que inclui os DDDs 47, 48 e 49, devem incluir o algarismo 9 antes do número do celular. A região Sul é a última do país a ter o sistema implementado. Em São Paulo, por exemplo, as mudanças começaram em 2012.
O acréscimo do nono dígito às linhas móveis, permite que as possibilidades de variações de números salte de 37 milhões para 90 milhões, uma vez que os números 2, 3, 4 e 5, que em posição inicial são restritos a linhas fixas, podem também ser usados na segunda casa dos números móveis. Os números fixos não sofrem alteração.
O nono dígito passa a ser incluído a partir de 6 de novembro, mas até o dia 15 as ligações com apenas oito números continuam sendo completadas. Depois disso, as ligações passam a ser interrompidas e uma mensagem solicitando o nono dígito é informado ao usuário.
Os últimos dados da Anatel, de julho de 2016, apontam que o país tem 252,5 milhões de acessos ativos na telefonia móvel e uma densidade de 123,52 acessos por 100 habitantes. No sétimo mês do ano, os acessos pré-pagos totalizavam 177,42 milhões (70,24% do total) e os pós-pagos, 75,16 milhões (29,76%). Em Santa Catarina, são 8,2 milhões de linhas e uma densidade abaixo da média brasileira. A cada 100 habitantes, são 121,63 acessos.

Além de celulares, essas linhas móveis incluem máquinas de cartão de crédito, modens para conexão de internet, sistemas de georreferenciamento e outros serviços.

TIRE SUAS DÚVIDAS

Por que os números dos telefones celulares terão nove dígitos?

O objetivo é ampliar a disponibilidade de números na telefonia celular e dar continuidade ao processo de padronização da marcação das chamadas

O nono dígito será adicionado aos números de todo o Brasil?
O nono dígito será implementado em todo o Brasil até o fim de 2016. A inclusão do nono dígito ocorreu no DDD 11 em 2012. Em 2013, o nono dígito foi implementado nos demais DDDs do Estado de São Paulo (12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19) e nos DDDs dos Estados do Rio de Janeiro (21, 22 e 24) e do Espírito Santo (27 e 28) e assim por diante em todas as regiões. A a Sul é a última região do país a ter o sistema implementado

Os números dos telefones fixos também irão mudar?
Não, os números continuarão com oito dígitos.

O usuário de telefone fixo também terá de discar o nono dígito para chamadas a telefones celulares que ganharem o nono dígito?
Sim. Quem ligar de qualquer telefone – seja fixo ou móvel – para um telefone celular que tenha o nono dígito acrescentado terá de acrescentar o 9 antes do número antigo.

As ligações serão completadas caso não seja incluído o número 9?
As ligações com oito dígitos ainda serão completadas entre o dia 6 e 15 de novembro deste ano.

Tenho um pedido de portabilidade pendente. O que acontecerá com ele?
O processo de portabilidade acontecerá normalmente.

Posso manter meu número atual sem acrescentar o nono dígito?
Não. A mudança afetará todos os celulares dos DDDs de SC, PR e RS.

Quem providenciará a alteração de minha da agenda do meu telefone?
Cabe ao próprio usuário providenciar essa mudança em sua agenda de contatos. Essa alteração só deve ser feita a partir do dia 6 de novembro.

O que fazer no WhatsApp?
O aplicativo vincula sua conta atual à sua conta com o novo número automaticamente – você não precisará fazer nada. Eles fazem todos os ajustes necessários para que você possa continuar a usar o WhatsApp sem a necessidade de criar uma nova conta. Em alguns casos, é possível que você veja duas conversas para um mesmo contato, com a diferença do nono dígito. Nestes casos você deve utilizar a conversa com o número modificado.

Os números de rádio vão mudar?
Os números usados como terminais de rádio não irão mudar, permanecendo com 8 dígitos.

Fonte: Anatel e WhatsApp

Pin It